sound byJbgmusic

Recentemente confrades ficaram magoados, pois um médium muito conhecido declarou que a Aliança Espirita Evangélica não é Espiritismo.

Mas devemos concordar com o mesmo, pois devemos separar movimento Espírita, de Doutrina Espirita, desta forma os Movimentos Médicos Espíritas, de Magistrados, de Federações e centenas de outros movimentos Nacionais e internacionais são divulgadores do Espiritismo, em um dos inúmeros setores que este contribui para uma sociedade melhor, assim, a Aliança Evangélica tem seu foco para o aspecto da reforma moral, as Associações Medicas Espírita para o aspecto cientifico da doutrina. 

Dentre as inúmeras definições, O codificador Allan Kardec apresentou o Espiritismo como ciência: “O Espiritismo é a ciência nova que vem revelar aos homens, por meio de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual e as suas relações com o mundo corpóreo”, mas hoje entendemos sem maiores discussões o aspecto trino da doutrina, de ciência, filosofia e religião.

Os amigos espirituais, por inúmeros médiuns, vêm constantemente chamando à atenção dos espíritas e dos movimentos, que desejam ser o próprio espiritismo. 

Vejamos alguns dos inúmeros alertas:

“Doa a quem doer, mas hoje temos que admitir: existe um “Espiritismo dos homens” e existe um Espiritismo do Cristo. E nem sempre eles se encontram na mesma direção”! Maria Modesto Cravo.

“Já tive a oportunidade de dizer mais de uma vez, que o Espiritismo veio para o povo, para com o povo dialogar. Eu não disse que ele veio para o povo, para que o povo possa pagar!” Chico Xavier.

Amigos, os ensinos do Codificador e de Jesus são nossos parâmetros, pois, como nos ensina Edgard Armond, estes devem ser as nossas âncoras nos dias turbulentos.

 “Reconhece-se o verdadeiro Espírita. pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para, domar suas más inclinações” ensina Allan Kardec, portanto, se a transformação moral está difícil, vamos pelo menos fazer o esforço.

Concluindo, lembramos o jovem Dr. Ildefonso do Espírito Santo, que é referência do movimento espírita Baiano, no livro Repensando o Movimento Espírita no Brasil, ele ensina: “O Movimento Espírita, em razão de sua missão, tem um compromisso com a própria comunidade Espírita e com a sociedade em geral. As profundas transformações ocorridas no mundo nos últimos tempos em curso estão exigindo de todos os movimentos uma constante avaliação dos caminhos, objetivos e resultados, para efeito de suas adequações e estratégias e métodos”.

Pedro Francisco Santos Neto

 

Livros consultados: Repensando o movimento Espirita no Brasil de Idelfonso do Espírito Santo, O que é O Espiritismo , Allan Kardec , Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, Seareiro de Volta, de Rogerio H. Leite, Mereça ser Feliz, de Wanderley de Oliveira.